julho 2019
segunda-feira terça-feira quarta-feira quinta-feira sexta-feira sábado domingo
1 de julho de 2019 2 de julho de 2019 3 de julho de 2019 4 de julho de 2019 5 de julho de 2019 6 de julho de 2019 7 de julho de 2019
8 de julho de 2019 9 de julho de 2019 10 de julho de 2019 11 de julho de 2019 12 de julho de 2019 13 de julho de 2019 14 de julho de 2019
15 de julho de 2019 16 de julho de 2019 17 de julho de 2019 18 de julho de 2019 19 de julho de 2019 20 de julho de 2019 21 de julho de 2019
22 de julho de 2019 23 de julho de 2019 24 de julho de 2019 25 de julho de 2019 26 de julho de 2019 27 de julho de 2019 28 de julho de 2019
29 de julho de 2019 30 de julho de 2019 31 de julho de 2019 1 de agosto de 2019 2 de agosto de 2019 3 de agosto de 2019 4 de agosto de 2019

Ao participar de debate na Câmara dos Deputados sobre o Fundeb (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação, Álvaro Domingues Júnior, do Fórum Nacional dos Conselhos Estaduais de Educação, defendeu maior equidade e eficácia na utilização dos recursos do Fundeb. O debate, que ocorreu na manhã desta terça-feira (11), na Comissão Especial que analisa proposta de emenda à Constituição que torna o Fundeb permanente (PEC 15/15), contou com a participação de representantes dos conselhos nacional, estaduais e municipais de Educação.


“O Fórum já vem debatendo e discutindo este tema há muitos anos. Nosso desejo é dar maior perenidade ao Fundeb, fazendo com que ele se torne uma política permanente de investimento na educação básica no Brasil. Também esperamos aprimorar os mecanismos de fiscalização quanto ao uso dos recursos, de forma que eles possam chegar ao chão das escolas de cada município Brasileiro”, afirmou Álvaro, que é presidente do Sindicato dos Estabelecimentos Particulares de Ensino do Distrito Federal (SINEPE-DF). De acordo com a legislação atual, o Fundeb deverá ser extinto ao final de 2020.

 

FONTE: SITE DO SINEPE/DF